NÁUSEA TOTAL

Bad-Taste-1987Inicialmente iria colocar esse filme na sessão “Os piores filmes do mundo”, mas depois de uma segunda vista(?) mudei de ideia. A história pode ser a mais esdrúxula possível, os personagens parecem saídos de uma revista em quadrinhos de 5ª categoria, mas mesmo assim, essa produção ganhou status na internet devido ao nome que está por trás e pela frente: O cineasta neozelandês Peter Jackson. Ele ganhou fama mundial pela realização da aclamada trilogia Senhor dos Anéis, mas o que poucos sabem é que Jackson estreou no mundo dos longas metragens com um filme trash, Náusea Total, que estava previsto para ser um curta e começou a ser filmado de maneira amadora, demorando 4 anos para ser concluído.
Bad Taste possui uma história simplesmente hilária, mostrando alienígenas incubidos da missão de levar carne humana para o restaurante intergalático Deliciosas Mordidas. Os aliens possuem a capacidade de se disfarçar de humanos, mas sob a pele humana agem como zumbis podendo ser reconhecidos,cabe ao grupo A.I.D.S.(“Alien Investigation and Defense Service”) espantar a ameaça vinda do espaço. Peter faz praticamente tudo de que tem direito neste filme, roteiriza, dirige, atua em mais de um papel, deixando a prova de que ele é mesmo um gênio da sétima arte. Náusea Total, é uma verdadeira homenagem ao gênero de terror. O ponto forte está nas cenas impactantes e simplesmente memoráveis, que misturam humor com muito sangue, há muitas decaptações, cabeças explodidas a bala, vísceras expostas, e coisas como aliens experimentando um delicioso e exótico prato de vômito alienígena, “cirurgias” cerebrais e até mesmo uma ovelha acidentalmente atingida por um projétil, explodindo em sangue e carne. Para quem gosta de cinema original, seja de baixo custo ou não e vê diversão em banhos de sangue, fica a recomendação de Bad Taste, para quem já assistiu, e gostou, a recomendação é Fome Animal, uma produção maior e ainda mais sangrenta. Vale informar que dificilmente você encontra este filme em locadoras. A saída é procurar na Net. Boa navegação e bom filme.

Anúncios

CINEMA 4D VEM AÍ

c4dFinalmente o cinema 4D vem aí, espero que não demore. Já temos a terceira dimensão onde a profundidade permite que possamos distinguir o que está mais perto e o que está mais longe. Ou seja, podemos nos mover para cima e para baixo, para a esquerda e para a direita, para frente e para trás. A intenção com o nome formato é transportar o espectador para dentro do filme, de maneira bem simples. Fazendo com que ele tenha as mesmas sensações que os personagens estão vivendo na tela. Isso é bem legal e já existe em parque de diversões americanos. O cinema 4D é programado para que o espectador sinta (quase) tudo que acontece no filme. Caso tenha alguma perseguição de carro, as poltronas se movem de acordo com a ação na tela, vibrando e transmitindo as sensações de aceleração, freadas, subidas, descidas. Assim como os movimentos são simulados, as sensações que o ambiente transmite também são! Ou seja, se a personagem passar por uma cachoeira ou navegar em um rio, borrifos de água atingirão a pessoa. Ao entrar em uma floresta, o cheiro de mata pode inundar o ambiente. E como isso tudo é possível. Dependendo do cinema, podem existir mais de 500 máquinas trabalhando simultaneamente para que tudo ocorra no momento que deve acontecer. Deve existir uma programação prévia dos efeitos para que tudo que acontece na tela seja transmitido ao espectador. E como você deve imaginar também o preço para usufruir desses momentos não é barato. Sessões podem custar entre R$ 60,00 e R$ 80,00, dependendo do cinema. O custo de montagem é alto e pouco viável para a maioria das cidades.Mas não devemos esquecer que esse é um grande passo para incentivar a ida de pessoas ao cinema. O grande número de casos envolvendo pirataria deve diminuir, visto que não é possível reproduzir tais sensações em casa. Agora basta esperar…mas que não demore muito. Eu quero sentir o vento forte de uma tempestade, ou me viver a emoção de estar dentro de um cokpit de um carro turbinado em “Velozes e Furiosos 8”, quem sabe….

O OSCAR VAI PARA…..ARGO!!

argo

Peço desculpas pela demora ao comentar “ARGO”, o filme ganhador do Oscar deste ano. Tento justificar pela falta de tempo e pela grande procura que o filme ainda provoca locadoras (ele foi lançado nas prateleiras, um dia após a cerimônia de premiação). A história dessa produção traz gêneros distintos como a comédia, o policial, o drama e o suspense. Além disso, existem filmes dentro do filme, ficções dentro da ficção, e uma responsabilidade com a memória americana, já que o filme ilustra fatos reais. Surge então a ideia improvável de resgatar prisioneiros políticos, em uma embaixada invadida por terroristas iranianos, fazendo-os passar por profissionais de cinema, em plena produção de um filme. Com bom humor e uma ironia mordaz, um especialista da CIA adota o primeiro roteiro improvável que vê (“Argo”, uma ficção científica passada no Oriente Médio) e trata de simular a veracidade do projeto. Ao invés de se contentar com piadas fáceis sobre o falso glamour de Hollywood, o diretor e ator Ben Affleck vai além: ele compara a política com a representação cinematográfica. Mas, se “Argo” fosse transformado de fato em fita de ficção, com batalhas espaciais e efeitos ao estilo Star Wars, seria hoje uma obra esquecida em uma prateleira empoeirada de um colecionar voraz, de tamanha fragilidade do roteiro ou dos personagens estereotipados. A recusa do “show”, dos efeitos sonoros ou visuais que chamam atenção para eles mesmos, também é transferida para as atuações. Ben Affleck é generoso ao se dar o papel principal, mas o compõe com grande discrição, através de gestos simples e contidos. John Goodman e Bryan Cranston são atores excelentes que sempre vemos como coadjuvantes em bons filmes, e ficamos esperando que um dia tenham filmes só para eles. E Alan Arkin diverte com um papel que ele já interpretou diversas vezes, o do sujeito sarcástico e sem escrúpulos. Do bom roteiro à técnica eficaz, das atuações impecáveis ao olhar crítico à política, “Argo” representa o que a indústria americana consegue produzir de melhor nos dias de hoje. Gostei do filme, mas ainda não acredito que este seja o melhor filme de 2012. Assistirei a Lincoln e outras produções que concorreram à estatueta para acabar com essa dúvida. Até mais.

OSCAR 2013. CONHEÇA OS FAVORITOS AO PRÊMIO PRINCIPAL.

141154190

O longa com mais indicações deste ano (12) mostra a vida de uma das maiores figuras da história norte-americana, Abraham Lincoln. O diretor Steven Spielberg coleciona estatuetas por trabalhos como A Lista de Schindler e Resgate do Soldado Ryan sendo um dos favoritos na categoria. A parceria com o ator Daniel Day Lewis, outro queridinho da Academia com dois prêmios, pode ser garantia de Oscar para Lincoln. Já As aventuras de PI do diretor Ang Lee surpreendeu com um belo filme que adapta o Best seller “A Vida de PI”. O chinês já é carimbado na Academia tendo recebido dois prêmios: um de diretor, em 2006, por Brokeback Mountain, e de Melhor Filme Estrangeiro, em 2011, por O tigre e o Dragão. Correndo por fora está o ator até então de comédias (Se beber não case) Bradley Cooper que protagoniza o drama sobre um homem que após perder trabalho, casa e esposa encontram suporte emocional na personagem de Jeniffer Lawrence na produção O Lado bom da vida. A academia é conhecida por privilegiar fábulas de superação como Rocky – O Lutador e Quem quer ser um milionário, logo, O Lado bom da vida tem boas chances de faturar alguns prêmios. Outro filme que vem para conquistar várias estatuetas é Os Miseráveis. O filme adapta o famoso musical da Broadway que já passou pelo Brasil. A academia já mostrou preferência por musicais antes como o caso de Chicago, que ganhou 6 prêmios. O emocionante thriller político sobre uma situação de reféns durante uma crise política no Irã também aparece na lista de favoritos. O ator Ben Aflleck surpreendeu a crítica com Argo um trabalho maduro e muito bem desenvolvido, que pode render alguns prêmios para o filme. A cerimônia do Oscar acontece no próximo domingo. E que ganhe os melhores filmes e o cinema de uma forma geral.

ARGO E GIRLS ROUBAM A CENA DOS 70 ANOS DO GLOBO DE OURO

01_argo_ipadAbro espaços para os meus amigos escreverem no Cenas do Cinema. Rosana de Souza fala do que ama: O Cinema

Mais descontraído que a tradicional e formal cerimônia da Academia de Artes Cinematográficas, popularmente conhecida como Oscar®, o Globo de Ouro é a premiação concedida pela Associação de Imprensa Estrangeira para celebrar a sétima arte. Na 70ª edição foi possível sorrir em diversas categorias apenas pela ousadia dos votantes ou pela excelente atuação dos apresentadores.O bacana do Globo de Ouro é fugir um pouco ao caráter mais tradicionalista do Oscar®, apesar de muitos encararem como uma espécie de premio de consolação para aqueles que foram ignorados pela academia. Talvez por essa razão, a Associação tenha concedido a Ben Affleck os principais lugares sob os holofotes da noite ao eleger o bem cotado ARGO, do ator que vem se destacando a cada dia como um diretor competente, que abocanhou as categorias de melhor filme e diretor em filme dramático.OS MISERÁVEIS, de Tom Hooper, dominou a categoria de filme de humor ou musical quando os atores Hugh Jackman e Anne Hathaway ficaram com as estatuetas de melhor ator e atriz coadjuvante. Uma versão que tem o diferencial de ter os atores cantando ao vivo durante as filmagens, substituindo os playbacks tradicionais. Mas, mais emocionante que a declaração de amor do eterno Wolverine a esposa, foi o discurso da talentosa Jennifer Lawrence ao levar o prêmio de melhor atriz e agradecer a Sally Field – a quem declarou ter como referência – por quebrar barreiras na composição de papéis femininos.Surpresa da noite, o seriado GIRLS, exibido pela HBO (inclusive no Brasil), desbancou o ultra cultuado (inclusive por esta escriba) THE BIG BAND THEORY garantindo as estatuetas de melhor série de humor ou musical e também de melhor atriz para Lena Dunham. Outra grata surpresa da noite foi a eleição de Don Cheadle como melhor ator na mesma categoria pelo seriado HOUSE OF LIES.A reação da cantora Adele ao ter a canção SKYFALL, tema do filme 007 – OPERAÇÃO SKYFALL, foi a mais autêntica da noite, ao declarar que aproveitava uma folga na maternidade para aproveitar uma noite de balada com as amigas. Apesar de favorita ao prêmio, ela concorria com a atual queridinha estadunidense, Taylor Swift, que concorria com SAFE & SOUND, de JOGOS VORAZES.

A noite foi ainda emocionante com Jodie Foster e um discurso inspirado que levou a audiência a ovacioná-la de pé quando recebeu das mãos do amigo Robert Downey Jr. a estatueta Cecil B. DeMille. A personalidade mais jovem a receber o prêmio, a atriz e diretora está as portas dos 50 anos, declarou o amor aos filhos, ao cinema e disse que a vida particular dela continuaria a ser como sempre foi, porque não iria “sair do armário” – referindo-se as constantes especulações sobre uma possível homossexualidade dela – e que não compactuaria com a nova moda de discutir a vida privada em publico.

Rosana de Souza, 35, é apoixanada por cinema e música, escreve nas horas vagas

OSCAR 2013 – LINCOLN TEM MAIS INDICAÇÕES

Oscars-2013

 

 

 

 

 

 

 

Há ainda quem diga que o Oscar não vale nada, e outros entendem que o principal premio da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood é uma referencia para o que você irá assistir ou não durante o ano. Faço parte do segundo grupo. A relação dos filmes indicados à 85ª edição do Oscar, o evento mais importante do mundo cinematográfico, foi divulgado nesta semana. O evento que deste ano será comandado pela atriz Emma Stone, vista em “O Espetacular Homem-Aranha” e pelo comediante e cineasta Seth MacFarlane. Pelas especulações e os tradicionais chutes, o novo de Steven Spielberg “Lincoln, larga como o grande favorito à estatueta mais desejada do mundo, com 12 indicações. Na sequência aparece As Aventuras de Pi, de Ang Lee que levou 11 indicações. A minha filha é sempre um bom termômetro. Ela assistiu e disse que gostou do filme que trata da vida de um garoto indiano que ficou à deriva no mar em companhia de um tigre. As imagens são belíssimas, tendo um pouco da textura futurista e hipercolorida de Avatar. Fechando o pódio, surgem “Os Miseráveis” e “O Lado Bom da Vida”, que tiveram oito indicações cada. As surpresas ficaram por conta de “Intocáveis, filme francês que era tido como favorito a Melhor Filme Estrangeiro e não foi indicado, e Django Livre”, de Quentin Tarantino que levou apenas cinco indicações, entre elas Melhor Filme e Melhor Ator Coadjuvante (Christoph Waltz).O Oscar 2013 acontece na noite do dia 24 de fevereiro no teatro Dolby, em Los Angeles, com transmissão para mais de uma centena de países. Nos próximos dias, vamos comentar os principais indicados do ano. Até lá.

PREVIEW 2013 – A VIAGEM

Não consigo olhar para a tela e imaginar Tom Hanks fazendo papel de vilão. Ele tem cara de um tio que todo mundo tem. Boa gente e que parece saber de tudo sobre praticamente tudo. É, mas, em “A Viagem”, esse bom ator americano faz dois papéis totalmente diferentes. Baseado no romance de David Mitchell, “A Viagem” mistura história, ciência, suspense, humor e seis narrativas separadas, mas vagamente relacionadas. Cada uma dessas narrativas ocorre em um tempo e lugar diferente, que é escrito em um estilo diferenciado de prosa, e cada um é interrompido em meados da ação e tem sua conclusão na segunda metade do livro. Em “A Viagem”’, várias histórias em épocas diferentes, passado, presente e futuro, estão conectadas, mostrando como um simples ato pode atravessar séculos e inspirar uma revolução. Com certeza já assistimos outras produções que mostram várias estórias que acabam se conectando no final de alguma maneira. “A Viagem” é conduzido pelas mãos experientes dos irmãos Andy Wachowski e Lana Wachowski , que revolucionaram o cinema contemporâneo com o lançamento de Matrix (1999), estão de volta em A Viagem (Cloud Atlas), ao lado do diretor alemão Tom Tykwer (Corra, Lola, Corra). O filme tem previsão de estreia neste final de semana, com boas chances de figurar na lista do Oscar.A-Viagem-foto-6-9-2

PREVIEW 2013 – O SOM AO REDOR

o_som_ao_redor_de_kleber_mendonca_filhoÓtimo que 2013 já chegou. Tava demorando. Ano de filmes importantes como “Lincoln” de Spielberg e “Django Unchained” de Tarantino, sequencias de Homem de Ferro e Jogos Vorazes e a divertida animação “Detona Ralph”, entre outros. O cinema nacional também será bem representado. É um filme que fez história nos festivais de cinema do Brasil. Dividido em diversas tramas que tem em comum a mesma rua de classe média do Recife, O Som ao Redor, de Kleber Mendonça Filho, foi o grande vencedor do Festival do Rio.O thriller brasileiro foi incluído na lista de dez melhores filmes de 2012 do jornal “The New York Times”. A produção retrata a classe média de um Recife acossado por milícias, e foi o ganhador do troféu Redentor (no Festival do Rio) em outubro, do Festival do Roterdã, na Holanda, em fevereiro, e levou quatro Kikitos em Gramado. O filme, que custou R$ 1,8 milhão, estreia nos cinemas brasileiros neste fim de semana. “O som ao redor” já é considerado o longa brasileiro de maior visibilidade no exterior, com passagem por 30 mostras internacionais. Mendonça Filho estreou como diretor de longa-metragem com “O som ao redor”. A vida numa rua de classe-média na zona sul do Recife toma um rumo inesperado após a chegada de uma milícia que oferece a paz de espírito da segurança particular. A presença desses homens traz tranquilidade para alguns, e tensão para outros, numa comunidade que parece temer muita coisa. Enquanto isso, Bia, casada e mãe de duas crianças, precisa achar uma maneira de lidar com os latidos constantes do cão de seu vizinho. Uma crônica brasileira, uma reflexão sobre história, violência e barulho. Que 2013 seja um ano ótimo para todos os cinéfilos. Aos poucos, vamos detalhando os principais lançamentos do ano.

2012

2012roadblock11Para “alguns”, este deve ser o último artigo que escrevo para o blog “Cenas do Cinema”. Isto, se a profecia Maia estiver correta e o mundo acabar nesta sexta feira, dia 21. Como diria um amigo, vou fazer um financiamento de uma máquina de 4 rodas e só vou pagar em Janeiro. Mas, daria tempo de aproveitar o possante, não sei. Eu não acredito no fim do mundo, não agora, ainda tenho muito que fazer. Não estou sozinho, a NASA concorda comigo. A NASA em parceria com a Science and Entertainment Exchange, fizeram uma lista dos filmes de ficção-científica dos últimos tempos, e a catástrofe 2012, ficou como o pior filme do gênero dos últimos tempos. “É um absurdo que diretores se aproveitam dos receios do público e do suposto fim do mundo, aparentemente previsto pelo povo Maia, cujo calendário termina no dia 21 de dezembro de 2012″, reclamou Donald Yeomans, comandante da missão Rendezvous. Claro que eles também elegeram as ficções-científicas mais verossímeis e foram esses: O indicado ao Oscar “Gattaca”, de 1997, divide o ranking dos filmes mais realistas com “Parque dos dinossauros” – realmente o Jurassic Park tem um roteiro muito realista e convincente sobre como seria tratado os dinossauros se um dia eles pudessem reaparecer na terra -, de Steven Spielberg, e “Contato”, estrelado por Jodie Foster. Apesar de não acreditar que o planeta vai entrar em colapso tenho receio de algumas atitudes dos terráqueos. Algum humano pode aproveitar a data e provocar algumas tragédias. Vamos aguardar. No sábado, o leitor posta um comentário se tiver novidades.

OPERAÇÃO PRESENTE

tcovermidiaUma pergunta que não quer calar: “Como Papai Noel consegue entregar 2 bilhões de presentes em uma só noite? Rodado inteiramente na Noite de Natal, o filme Operação Presente responde a pergunta com esta resposta: “Uma emocionante e ultra high-tech operação escondida sobre o Pólo Norte”. Mas o centro do filme tem os ingredientes faltando em uma aventura natalina: uma família em disfunção e um herói improvável. Na semana passada, uma jornalista me procurou para saber se eu conhecia alguma criança que ainda acreditava em Papai Noel. Eu disse que sim, mas, fiquei em dificuldade em achar mais de uma. Tenho um amigo que discorda sobre o assunto. Para ele, o natal é um marco religioso e não deveria ser tratado como algo meramente comercial. Ele tem certa razão. Mas, como dizer a uma criança que Papai Noel não existe e não passa de um simples mecanismo para movimentar a economia no fim de ano. Eu já fui criança e acreditei no bom velhinho e, sinto saudades daquela época, onde não só o fato de ganhar algum presente ou algum brinquedo que tanto almejava mas, de ver a família reunida, o que infelizmente não acontece há muito tempo. Você que está lendo isso, aproveite para locar este filme ou qualquer outro sobre a magia de natal e aproveite para reunir a família, ocasiões como estas são raras e devem ser muito bem aproveitadas. Na Noite de Natal, o jovem Arthur descobre que seu pai (Papai Noel) esqueceu de entregar um presente e ele vive uma aventura ao redor do mundo para tentar entregar esse presente e prova que pode ser um papai noel melhor do que seu irmão que está treinando para ser um. Conseguirá Arthur provar ser bom o bastante para assumir o trono de Papai Noel? Veja e depois me conte. Até o próximo natal.