01_argo_ipadAbro espaços para os meus amigos escreverem no Cenas do Cinema. Rosana de Souza fala do que ama: O Cinema

Mais descontraído que a tradicional e formal cerimônia da Academia de Artes Cinematográficas, popularmente conhecida como Oscar®, o Globo de Ouro é a premiação concedida pela Associação de Imprensa Estrangeira para celebrar a sétima arte. Na 70ª edição foi possível sorrir em diversas categorias apenas pela ousadia dos votantes ou pela excelente atuação dos apresentadores.O bacana do Globo de Ouro é fugir um pouco ao caráter mais tradicionalista do Oscar®, apesar de muitos encararem como uma espécie de premio de consolação para aqueles que foram ignorados pela academia. Talvez por essa razão, a Associação tenha concedido a Ben Affleck os principais lugares sob os holofotes da noite ao eleger o bem cotado ARGO, do ator que vem se destacando a cada dia como um diretor competente, que abocanhou as categorias de melhor filme e diretor em filme dramático.OS MISERÁVEIS, de Tom Hooper, dominou a categoria de filme de humor ou musical quando os atores Hugh Jackman e Anne Hathaway ficaram com as estatuetas de melhor ator e atriz coadjuvante. Uma versão que tem o diferencial de ter os atores cantando ao vivo durante as filmagens, substituindo os playbacks tradicionais. Mas, mais emocionante que a declaração de amor do eterno Wolverine a esposa, foi o discurso da talentosa Jennifer Lawrence ao levar o prêmio de melhor atriz e agradecer a Sally Field – a quem declarou ter como referência – por quebrar barreiras na composição de papéis femininos.Surpresa da noite, o seriado GIRLS, exibido pela HBO (inclusive no Brasil), desbancou o ultra cultuado (inclusive por esta escriba) THE BIG BAND THEORY garantindo as estatuetas de melhor série de humor ou musical e também de melhor atriz para Lena Dunham. Outra grata surpresa da noite foi a eleição de Don Cheadle como melhor ator na mesma categoria pelo seriado HOUSE OF LIES.A reação da cantora Adele ao ter a canção SKYFALL, tema do filme 007 – OPERAÇÃO SKYFALL, foi a mais autêntica da noite, ao declarar que aproveitava uma folga na maternidade para aproveitar uma noite de balada com as amigas. Apesar de favorita ao prêmio, ela concorria com a atual queridinha estadunidense, Taylor Swift, que concorria com SAFE & SOUND, de JOGOS VORAZES.

A noite foi ainda emocionante com Jodie Foster e um discurso inspirado que levou a audiência a ovacioná-la de pé quando recebeu das mãos do amigo Robert Downey Jr. a estatueta Cecil B. DeMille. A personalidade mais jovem a receber o prêmio, a atriz e diretora está as portas dos 50 anos, declarou o amor aos filhos, ao cinema e disse que a vida particular dela continuaria a ser como sempre foi, porque não iria “sair do armário” – referindo-se as constantes especulações sobre uma possível homossexualidade dela – e que não compactuaria com a nova moda de discutir a vida privada em publico.

Rosana de Souza, 35, é apoixanada por cinema e música, escreve nas horas vagas

Anúncios